Bem-vindo à Norópolis

Auto


foto: Eduardo Magalhães

*Formação:
Carlos Issa – Guitarra, eletrônicos
Marcilio Silva – Baixo
Marcelo Fusco – Eletrônicos
Alexandre Amaral – Bateria
Jonathan Gall - Voz, eletrônicos
O Auto foi formado no fim dos noventa e lançou três cassetes com gravações de estúdio e registros ao vivo das casas que acolhiam a cena hardcore paulistana em meados de 1997.

O Auto também catalizou as influências de seus integrantes oriundos de bandas importantes do cenário independente como Againe, Intense e Veracidad; além de ver emergir de suas fileiras o caótico Prendedor e o Objeto Amarelo, que circula e fomenta a música experimental no Brasil há mais de dez anos.

Em 2010, com o retorno do vocalista, Jonathan Gall, natural de Nova Iorque, a banda retomou os ensaios e as composições e tem feito shows mostrando desdobramentos sonoros que misturam eletrônicos minimalistas com instrumentos acústicos e processos experimentais de improviso e ruidagem, sem abandonar a abrasividade inicial do rock punk que marcou seu início.

Em dezembro de 2014 acabam de lançar seu primeiro álbum, Crossfire, que sai em vinil 12" e digital (gratuito) pela Submarine Records.

*Discografia:


• Auto
LP
Submarine Recs
2014
 Baixar


• Auto
K7 demo
independente (Brasil)
1997


• Auto
K7
independente (Brasil)
1997


• Monstro
k7
independente (Brasil)
1997
 Ouvir


• Mobile/Auto
K7 split
72 Records (Argentina)
1997




• Removibelo
CD-R coletânea (faixas "Fine Rocks" e "Heavy Metal"
72 records (Argentina)


• No Fate IV
CD coletânea (faixa "Monstro")
HG Fact Records (Japão)
1998


• Some songs, some places, some feelings
CD coletânea (faixas "Look Mom" e "Heavy Metal")
Submarine Records (Brasil)
1999



*Principais apresentações:
• Festival Novas Frequências (2014); Rio de Janeiro
• Festival São Paulo em Fúria (2014); São Paulo
• 30ª Bienal de São Paulo / Oidaradio Sessions, no Pavilhão da Bienal; (2012) São Paulo
• Praça Victor Civita (2012); São Paulo
• 30ª Bienal de São Paulo / Oidaradio Sessions, no Pavilhão da Bienal; (2012) São Paulo
• Centro Cultural São Paulo (2012); São Paulo

 Objeto Amarelo